quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Você

.

Seria fácil demais
Tentar entender
Seu toque, seus gestos, seu jeito
Sua forma de ver, sorrir, viver
Apenas um beijo

Não seria nada incomum
Encantar-se, deixar-se levar
Sentir-se completo
E não perceber
Por estar mais uma vez ao seu lado

A voz, o riso
O modo delicado
Para tentar esconder
Para brindar, para escolher
Um carinho

É simples
É mágico
Deixar-se seduzir
Quando você é, mais uma vez
Somente você mesma

Cativante, apaixonante
Serena e delicada
A cada abraço, a cada beijo no rosto
A cada encontro
Um presente, uma paixão

Sonho, digo, espero e finjo
Admiro
Escravizo minhas emoções
Enquanto luto para conquistar seu coração
Enquanto me esforço para trazer você para mim

Não importam mais
Os medos, os fracassos
Empecilhos e defeitos
Vontades e receios
Se já fora de muitos
Ou de ninguém
Ainda te levarei ao topo
Pois a única coisa que me importa agora
É você

2 comentários:

Suzana Martins disse...

Que poema perfeito!!!!

Um amor e desejo contido em versos e palavras que alimentam a alma!

Perfeito

Beijos

Vivian disse...

lindo!