terça-feira, 24 de novembro de 2009

Talvez


Talvez faça sol ao amanhecer

Talvez não

A chuva pode continuar ainda por muito tempo

Mesmo que acabe me esquecendo de lhe dizer adeus


Talvez levante e não me lembre mais

Que tudo já não possui tanta importância assim

Talvez não

É justo fingir por quanto tempo?


Talvez não tenha mais tempo para acreditar

Que o engano, algumas vezes, se confunde com o pecado

Amor, paixão, luxúria?

Talvez não


Talvez não

Nunca lhe disseram até onde chegaria o seu limite?

E o quão difícil seria partir?

Lidar com o fracasso te deixou extremamente vulnerável


Seria injusto prever?


Talvez...

4 comentários:

Misty ~* disse...

Ai, Thi...

'Lidar com o fracasso te deixou extremamente vulnerável' - É, realmente. Essa frase pode se aplicar a mim.

Teus textos SEMPRE são bons. E digo isso antes mesmo de saber que eram teus.

Um beijo, amigo.
:*

André disse...

Taí Thiago! Muito bom mesmo! Gostei tbém.

Sheila disse...

Gostei muito Thi, Parabéns!!!

Adoro tudo o que vc escreve...

Híndira disse...

=]