segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Dúvidas


Somente a ira distrai o medo dos desesperados. Nem todos possuem a mesma sorte e os excessos da vida tranqüilizam a instabilidade emocional de cada um. Por maior que seja a verdade, estamos sempre fugindo por atalhos vazios. As grandes tragédias sempre mobilizam o povo e o povo se culpa pelas tragédias da sociedade.

Há uma enorme dúvida em assinarmos a culpa em nosso próprio nome. Não é fácil desistir de tudo e seguir em frente! É necessária uma grande batalha contra si mesmo para se dar conta da inútil realidade.

Algumas vezes temos medo de sair para ver o mundo quando tudo não ocorre como o planejado e percebemos que nada vale tão a pena assim, que o esforço máximo não foi recompensado e que tudo aquilo em que você sempre acreditou não passou de uma reles mentira.

Tudo possui um significado diferente quando temos no que acreditar.

Um comentário:

Katia Mota disse...

Caraca, cara falou comigo... gostei bastante...