terça-feira, 9 de setembro de 2008

1x3x5... & 2x4x6...

.

Um belo sorriso e um jeito meigo
Acordando solitário todos os dias
Celebrando com entusiasmo o amanhecer
Recordando o quão ruim é levantar-se sozinho
Sua linda voz alterava-se quando a preguiça lhe tomava conta
Os minutos pareciam demorar mais a passar
O caminho até a porta seguia-se sempre em harmonia
Tomando o café da manhã com a simples companhia da televisão
Com roupas velhas e baratas a sua aura cativava o ambiente
O gosto do chá continuava amargo
Fazendo suas tarefas com bastante felicidade
O açúcar não mais adoçava
Todos entravam para lhe contemplar
E no meio da estrada eu tentava esquecer
Enquanto você fingia não entender
Os bons momentos passados
Quando tentavam chamar a sua atenção
E os maus momentos vividos
O retorno pra casa aguardava uma nova surpresa a cada dia
Os dias costumam ser mais longos agora
Um prato de sopa ou um novo presente
Somente baladas contemplam os meus ouvidos
A água do banho fluia mais límpida em seu corpo
Está difícil esquentar as cobertas
Dormia fácil e era impossível esquecer o cheiro do corpo
Penso muito e demoro a pegar no sono
Ao amanhecer um lindo novo dia chegará
Não sonho mais

2 comentários:

Pritz disse...

Não é um texto só, é?! Tipo... dois textos diferentes, dois sentidos diferentes?

Thiago Gacciona disse...

Na verdade s�o 2 textos diferentes.
Precisa-se ler a linha 1 depois a 3 depois a 5 e assim por diante.No outro � da linha 2 depois a 4, a 6 e continua intercalando.