quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Escrevendo Sonhos

.
Escrever é fazer aquilo que não existe acontecer, igual aos sonhos. Tudo começa na sua cabeça vai para o papel e termina novamente em sua cabeça, tudo é um ciclo, e sempre voltara de onde veio. Se o mundo fosse perfeito não sonharíamos, pois estaríamos ocupados demais usufruindo a felicidade constantemente. Nunca vai existir sonho sem se quer ter sentido o gosto de algum pesadelo. Para ambos não temos limites.

Sonha em criar algo, mudar alguma coisa, diferenciar-se em algum assunto, então comece por você mesmo. Fazer frases é fácil, o difícil é saber usá-las. Jamais seremos impedidos de sonhar ou escrever, cada um escreve o que quer, e lê o que gosta. Escrever pode realmente ser considerado um sonho, não é uma regra, mas sim uma verdade a ser tirada. Não há um dia que eu não sonhe e não acorde, como também não há um dia que eu não escreva e durma.

Um comentário:

Gui Maldotti disse...

"cada um escreve o que quer e lê o que gosta" Concordo velho! HAhaha.... principalmente quando se tratam de metaforas... haahah!
" A literatura é a fuga da realidade" Como diria fernandinhu! hahhaa ! abraço!